• Thiago Barreira

A Influência das Notas do Ensino Médio nos EUA (Dicas Valiosas!)


O que fazer para não entrar em Harvard? Leia o relato de um estudante que fracassou no Brasil mas se superou em um intercâmbio para uma universidade nos EUA!

Olá pessoal,

Você também é uma daquelas pessoas que passam o dia inteiro procurando dicas de como se tornar um atleta de uma universidade localizada nos Estados Unidos? Harvard, Stanford, UCLA estão na sua lista de universidades desejadas? Então você está no lugar certo!

Primeiramente, gostaria de relatar uma breve experiência a vocês quando tentei me matricular nestas instituições.

Em 2011, quando eu ainda era um estudante de Administração pela Lindenwood University (Missouri), tentei uma vaga de transferência com uma bolsa para diversas faculdades americanas, inclusive as três citadas acima.

Resultado?

De 7 faculdades nas quais eu tentei vaga, apenas duas me aceitaram: University of Nevada, Las Vegas e Florida Atlantic University, instituições conhecidas porém não tão renomadas quanto Harvard University.


Mas quais foram meus principais erros?

Bom, não ter me preparado durante o Ensino Médio foi um dos meus principais erros.

Por quê?

Nos Estados Unidos, além de ser um atleta, antes, você é um estudante e para isso precisa melhorar seu currículo diariamente. Quando me deparei com a sessão “trabalhos voluntários” e “atividades extracurriculares” eu simplesmente não sabia o que escrever. Não que eu nunca havia feito nenhum trabalho voluntário e nenhuma atividade extracurricular, mas eu não tinha como comprovar!

Notas na média durante o Ensino Médio.

Além das sessões “aterrorizantes” acima, meu currículo estudantil no Ensino Médio não é nada agradável para quem deseja fazer um intercâmbio nos EUA.

O motivo principal?

Não obtive médias satisfatórias durante o Ensino Médio aqui no Brasil, o que dificultou minha entrada em faculdades renomadas, como Harvard.

Nos Estados Unidos, a média é calculada entre 0-4, da seguinte maneira:

  • 90-100% = 4

  • 80-89% = 3

  • 70-79% = 2

  • 60-69% = 1

A minha média convertida para o sistema de ensino americano na época era 2.1 em 4, dificultando muito meu ingresso em universidades renomadas, no estilo Stanford.

Para piorar, quando estava fazendo o processo de matrícula (application) nas faculdades, eu pesquisei algumas estatísticas sobre a porcentagem de estudantes admitidos e quais as características deles.

Minha surpresa??

95% dos estudantes que tentavam matrícula tinham uma média acima de 3.9-4.0 e acertavam mais de 90% no SAT, famoso “Enem Americano”. Assim que eu notei estes números, já sabia que seria muito difícil ingressar em uma faculdade renomada.

Qual foi meu maior acerto?

Como eu queria mudar a mancha no meu currículo que ficou durante o Ensino Médio, eu passei a estudar muito dentro da minha faculdade e obtive uma média de 3.95 em 4.0 durante todo o curso!

O que isso significa?

Significa que eu formei entre os melhores estudantes de toda a faculdade de todos os cursos. Ganhei honras no meu diploma em “Summa Cum Laude” e consegui corrigir em partes meu currículo caso eu queira fazer um MBA.

Além disso, como queria me tornar também um agente esportivo, comecei a fazer minha rede de contatos com técnicos americanos de faculdades e clubes de futebol. Já que estudava nos EUA, ficava mais fácil de conhecer todo mundo lá para colher os frutos no futuro.


Conclusão?

Meu sócio Bruno e eu fundamos a empresa GO USA, que auxilia estudantes-atletas a conquistarem bolsas de estudos nos EUA e hoje auxiliamos diversos jogadores de futebol e estudantes a estudarem nos Estados Unidos.

Saiba mais clicando em www.gousa.com.br

#gpa #GPAeimportânciadasnotas #GOUSA #Bolsaacadêmica #bolsasdeestudosnosEUA #SAT #TOEFL #Universidadeharvard #Comoentraremharvard #Universidadedeharvard #Organização #planejamento

0 visualização

Contato: mg@gousa.com.br

Todos os direitos reservados a Go Usa Advisory Ltda.

Rua Ouro Preto 1143, 1304, Belo Horizonte - MG

+1 (636) 395-0184

 

+55 (31) 99782-3333

 

Enviar Whatsapp para G USA